...Já nos trinta e no seguimento do BláBlás do Dia a Dia...mais um punhado de rumores...lol...e ainda sem pretensão a Nobel da Literatura ;)

quarta-feira, 30 de maio de 2007

Miro-me ao espelho...

Miro-me ao espelho.
Hoje sim.
Hoje não.
Hoje assim-assim...

No espelho do escritório nem pensar...é cruel...
No de certas cabines de prova, com luzes fluorescentes...mais vale ignorar e concentrar-me na roupa...

No do nosso quarto...por cima da cómoda...

Quando comecei a perder peso cada vez que passava por ele mirava-me...E passava muitas vezes!

Primeiro, com uma ansiedade de quem não percebe, porque é que o facto de não comer uma bomboca de chocolate ou um punhado de torrões de açúcar há uma semana, não se reflectia nas ancas!Já deveria ter no mínimo menos 10 cm em cada perna!

Depois...dia após dia...Com um orgulho crescente e imesurável...O espelho tornou-se cada vez mais um amigo...E de semana para semana, piscava-me o olho cada vez com mais frequencia...à "pala" disso, de me virar e revirar frente ao espelho, para ver como corriam as coisas prós lados do "sim-senhor", desenvolvi uma flexibilidade jeitosinha na cintura...Eh eh eh...Disparate!

Passados uns meses, não sei se me habituei a não desprezar a imagem reflectida, se me habituei a que a roupa não parecesse sempre perto de esgaçar pelas costuras...Já não sinto aquele entusiasmo na passagem pelo espelho, nem tenho tanta tentação de deslizar e deslizar, qual garota de passerelle...A espreitadela é mais clínica que curiosa...Check-up para ver se alguns pneus indesejados se alojaram da noite 'pró dia...
O engraçado é que o resultado do check-up varia de dia para dia...


Esta variação já esteve ligada com eventuais pecados gastronómicos cometidos de véspera. Mas depressa cheguei à conclusão que a fatia de bolo de chocolate saboreada ao jantar ou a pizza com mozarella devorada de uma assentada, dificilmente se pespegavam a mim de tal modo que no dia seguinte já estivesse a vestir dois números acima ...

Agora parece que o meu reflexo no espelho está directamente ligado com a disposição aqui da madame...


Se me sinto feliz e bem disposta...
O espelho acena-me com simpatia, faz-me um "ok" convencido (eu ou o espelho!?) e comenta que a minha forma arredondada nas ancas, apenas reflecte o meu espirito latino e feminino, qual Jennifer Lopez...Vivam as formas!E eu faço-lhe também um aceno simpático, pisco-lhe o olho e agradeço os comentários atrevidos...

Mas quando estou cansada e sem paciência ou ânimo...é escusado!
Esse safado manda boquinhas pouco amigáveis, e aponta para aquelas gordurinhas saltitantes, como se de um holofote se tratasse, e torce o nariz...Eu bem me zango com ele...digo-lhe que é a roupa que não me cai bem...conto-lhe a história das formas arredondadas, femininas...Mas não...mais vale ignorá-lo quando está nestes dias de mau humor!


Felizmente tenho andado relaxada e serena nestes últimos tempos...as conversas com o espelho têm sido agradáveis, com um toque cortês e uma pontinha de vaidade...
Não o suficiente para bambolear de alegria com a última indumentária adquirida...
Mas o suficiente para sorrir interiormente pelo que conquistei...


Às vezes o espelho não reflecte só o exterior...e nos últimos tete-a-tete ele tem-me mostrado muito para além do que reflecte...

Miro-me ao espelho.
Hoje sim.

Hoje sinto-me confiante!

Confiante...

segunda-feira, 28 de maio de 2007

Chinelinhos de aniversário

A ideia era na Quarta-Feira passada, ao início do serão, fazer um bolo de bolacha surpresa para o aniversário do Mike...Aproveitava o facto dele praticar desporto fora de casa a essa hora e num instantinho preparava tudo...Mas não é que ele decidiu que afinal não lhe apetecia praticar desporto na Quarta-Feira?!!!
Eu ainda lhe perguntei umas 3 ou 4 vezes se tinha a certeza e tenho a impressão que ele ainda olhou para mim de soslaio, como que a dizer: "Então agora não queres que eu fique em casa?!..."
Como não desisto facilmente, decidi comprar um bolo pequeno, tipo um queque ou coisa do tipo e decora-lo a preceito...Mas parvoeira das parvoeiras, parecia que todos os bolos de pastelaria jeitosos para o efeito tinham desaparecido da zona onde trabalho, e eu já não tinha tempo de ir a mais lado nenhum na Quinta - Feira...
Matuquei, matuquei...como já lhe tinha deixado umas surpresas com o tema do Verão e praia...comprei duas fatias de bolo, mais umas gomas e smarties...tcharannnn....

Ficou bem giro e o Mike achou imensa piada!Um chinelinho para cada um...agora a ver se o tempo colabora e manda umas brisas de Verão...

quinta-feira, 24 de maio de 2007

quarta-feira, 23 de maio de 2007

Assoberbada...bahhhhhh


...Chegou ao pé de mim e transmitiu-me que teria que fazer o trabalho de todos os europeus, escandinavos, de parte dos norte-americanos e alguns extra-terrestres...E tinha que o fazer sem fôlego, a transpirar e sem tempo sequer para um "cofizito"...

Ok, o meu boss quando me deu uns trabalhinhos extra não disse propriamente isto, e para falar a verdade tive tempo p'ros cofizitos...Mas foi assim que me senti nestes dois últimos dias...Assoberbada!

E tendo em conta que uma pessoa vem do fim de semana sempre com a mania que ele dura até Quarta-Feira...Aliás...eu não só tenho a mania que o fim de semana dura até à manhã de Quarta-Feira, como estou certa que um novo fim de semana começa Quinta-Feira, logo após o pequeno almoço...Não sei se mais alguém no País, quiçá no Universo, partilha este sentimento comigo, mas aqui p'ra madame, neste preciso momento está a acabar o fim de semana e amanhã começa outro, o que me dá uma tarde de Quarta-Feira de plena concentração no trabalho! ( O que já é muito mais do que muita gente faz...).

Daí o meu espanto por ter estado tão ocupada a trabalhar a uma Segunda e Terça-Feira...Qualquer um ficaria, não?!

Ainda para mais depois de um fim de semana recheadinho...

Fui tomar café com a Juanita pertinho de casa...e foi dose tripla, porque a minha mãe, a Sra. Dona E. também foi connosco...Acho que a Juanita dificilmente vai querer tomar uma café, batido, chá de menta ou lá o que seja connosco outra vez, porque tal como eu, a Sra. Dona E. também é perita em matraquear, e falámos, falámos, falámos...tanto que começámos tardissimo a fazer um belissimo Cozido á Portuguesa...Não a Juanita, que essa mal ouviu dizer que ía haver trabalho extra, pirou-se, a safada :)

Nas férias passadas, prometemos a um dos nossos companheiros de viagem, o Mr. Driss (um marroquino a viver nos EUA) que lhe enviávamos a receita do Cozido à Portuguesa...mas achámos que melhor que explicar era tirar fotos, tipo "teleculinária"; então vai de fotografar farinheiras,couves e nabos, chouriços e pernas de frango...eh eh eh...O cozido ficou óptimo...mas serviu mais para lanche que para almoço...Ao jantar já não havia fome nenhuma e tudo me sabia a morcela de arroz...

Já o jantar de Domingo ( e o lanche) foi na companhia dos nossos "compadres", afilhada Barbara e de dezenas de pintalgadelas...Varicela!A varicela atacou a pequenita Barbara, coitada...eram pintas por todo o lado, mas o sorriso que lhe é característico só a abandonou quando o Sr. Pestana se apoderou dela (nunca me lembro do primeiro nome: é "Luis Pestana", "António Pestana"?!)...Depois de uma invesigação pré-visita, para evitar qualquer contágio, descobri que o Mike teve varicela em pequeno e eu já ía para adolescente
...Mesmo assim ontem estava com umas comichões suspeitas...mas acho que era do trabalho em excesso...foi isso...

quinta-feira, 17 de maio de 2007

Saudades do que ainda não aconteceu...

Dou comigo a fazer contagens descrescentes para tudo e mais alguma coisa, como se a minha felicidade dependesse sempre de um qualquer acontecimento que está para vir...
Não sei se as outras pessoas também são assim...mas por mais que tente viver o dia a dia, o presente, adoro antecipar o feriado, a ponte, as férias, os aniversários que vêm aí...Acho que se em algum momento da minha vida estiver mais que dois meses sem um ponto alto, vou ter que implementar um feriado qualquer ou inventar uma celebração espatafurdia para embelezar o meu calendário mental...

Por um lado esta maneira de ser ou estar na vida mantem-me ansiosa, não com aquele ansioso menos bom, mas com aquele ansioso dos 10 minutos para a meia noite na véspera de Natal...

E isso é óptimo porque ando com um frenesim feliz "non-stop" durante grande parte do ano...

Por outro lado, afigurasse-me ridiculo e incongruente classificar as semanas, como "Semana em que não se passa nada" e "Semana em que há o aniversário/feriado/viagem/celebração..."...

Quer dizer...todos os dias deveriam ser absorvidos, vividos e antecipados da mesma maneira...Todos os nossos dias são de elevada importancia apenas pelo simples facto de estarmos a vive-los! Eu própria, na minha oração matinal, na minha conversa com Deus e com o Universo, agradeço sempre e antes de tudo o facto de estar viva...
E depois passo o resto do dia a congeminar o que ainda está para vir...

No trânsito: "...este fim de semana há um cafezito e uma visita a amigos, para a semana há o aniversário do Mike, mais os festejos inerentes, depois o fim de semana a seguir não interessa, mas depois vou ter ponte e secalhar umas mini, muito mini, férias, mas depois não há mais nada até..."

Ainda não sei se me preocupe viver sempre nesta expectativa...Não sei se o faço para me manter antecipadamente feliz, como se para prolongar o prazer que certamente sentirei no momento em que vou vivenciar as coisas...Por qualquer motivo mirambolesco da natureza, preciso sempre de algum incentivo no horizonte, nem que sejam as férias que vou fazer em 2012 ou a chegada dos meus trinta anos de que já falo desde os 27...

Hummm...Acho que mais vale não me preocupar com isso...Até porque só faltam 3 semanas para a minha bedita "ponte" ... :)

terça-feira, 15 de maio de 2007

Ruminações positivas



As férias já lá vão...há uma catrafada de tempo, bem sei...e eu continuo a falar delas como se tivesse regressado esta manhã...
Acho que o termo técnico é "ruminar"... e eu sou uma especialista em "ruminações": rumino em coisas que devia ter dito e não disse, rumino em parvoices que fiz, rumino nos sucessivos adiamentos de actos, tarefas ou situações...A minha habilidade ruminadora aliada á minha capacidade para recordar imensas coisas que se passaram há muito tempo, mantém a minha cabeça bastante ocupada ...

Mas nem tudo é ruim...Aliás...nada é ruim no meio desta história toda...

Na sequência das minhas recentes incursões pela meditação, relaxamento, orientações de feng-shui e outras do mesmo tipo, tenho chegado á conclusão que as minhas "ruminações", desde que ruminações em coisas positivas,que me deixam feliz e satisfeita, só podem trazer vantagens á minha vida presente e futura...enquanto que as outras ruminações, que eu felizmente, embora com algum esforço, tenho vindo a abolir da minha vida e pensamento, só me trazem ondas menos boas e me incapacitam de ser feliz...

Por isso vou continuar a ruminar nas férias passadas...

Vou continuar a falar sobre os sítios bonitos que vi, que visitei, e senti-los mentalmente...Não só estas férias mas todas as outras situações maravilhosas da minha vida...se pensar (ou ruminar) bem, a minha vida está repleta de situações maravilhosas...

Vou todos os dias recordar momentos e palavras...sentimentos...Vou voltar a ouvir o Mike a pedir-me em casamento, vou voltar a embarcar no Explorer, vou voltar a ouvir "parabéns, terminou o curso", vou voltar a entrar no meu carro novo, a comer trufas de chocolate e champanhe, vou voltar a ouvir que perdi peso, a abraçar o rato Mickey, a decorar a árvore de Natal e brindar á meia noite no reveillon...

Sempre que me apetecer vou viver estes momentos felizes!!!
E nada nem ninguém me pode tirar isso!!!

E mais...vou mentalmente viver momentos que ainda não vivi mas que desejo e ambiciono muito...Os nossos pensamentos são energia e atraem a energia que nós próprios emitimos...Se ela for positiva...

E mais...esses momentos vão acontecer...é como se já tivessem acontecido...

É esta minha atitude rumo aos trinta.
Positiva.