...Já nos trinta e no seguimento do BláBlás do Dia a Dia...mais um punhado de rumores...lol...e ainda sem pretensão a Nobel da Literatura ;)

quinta-feira, 30 de agosto de 2007

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Ferias...Ferias...?


Ai estas férias que nunca mais saem da forja!
Devo ser a última pessoa do país a ir de férias de Verão...aliás...já quase são férias de Outono...

Bem sei que tive umas belissimas férias em Abril passado...Aliás, há muito boa gente que considera que se o Mundo fosse realmente justo, eu deveria ser impedida de ter férias até ao fim da minha vida laboral...eh eh eh...


Quando me atrevo a comentar, ao longo destas semanas de Verão, que cada vez me custa mais trabalhar e que estou desejosa pelas férias...ouço invariavelmente alguém que me diz que uma vez que já tive umas férias tão boas, nem devia ter mais férias até ao fim do ano...( ...e depois ainda me questiono de onde vêm os meus cabelos brancos...)

Mas a qualidade das férias passadas não deixa os meus neurónios mais descansados, nem me acalma as dores de cabeça, nem me dá melhores noites de sono...O meu corpito e a minha alma precisam mesmo de dias e mais dias de descanso...(em quantidade, se faz favor!)

Noto que estou mais dispersa e menos atenta...

Mais sonolenta ( de manhã olho para o despertador umas 27 vezes antes de me levantar contrariada...como se o meu olhar ameaçador fizesse os digitos andar uma hora para trás...e eu que normalmente me levanto logo, cheia de energia e bem disposta...)

A minha paciencia também está por um fio...aliás...acho que no momento em que eu estiver mesmo a explodir e me preparar para partir tudo no meu gabinete, alguém vai comentar: "Hummm... Sexta-feira, dia 31 e são 13 horas..." e só esta frase me vai impedir de cometer esta loucura e devolver-me a energia suficiente para voar até casa, calçar as havaianas e rumar com o maridão para terras algarvias...
Mas até lá vou-me arrastando...

Já comecei a fazer as malas, a consultar a lista de "Coisas a levar para viagem -Algarve" (também tenho listas de : "Coisas a levar para fim de semana na Avó", "Coisas a levar para viagem - 1 semana"...e por aí adiante...Parece ridiculo, mas são estas listas que me salvam de situações embaraçosas como chegar ao destino e me ter esquecido do pijama, de roupa interior ou da escova de dentes...

Estas férias esperam-se calminhas...

Não temos assim grandes planos que fujam muito da praia, de uma saída ou outra a discotecas ou barzinhos...

A saltada a Espanha, ali ao lado, já faz parte do circuito de férias algarvias...Gosto de cuscar as lojinhas, de comprar produtos de higiene e perfumaria tamanho XXL e ver se há alguma novidade nas prateleiras dos supermercados de nuestros hermanos.E tapear...muito...hummmm!
Penso ler dois livros que me ofereceram nos anos: "Trintonas" e "Onze minutos".
E de resto...penso fazer nenhum!

Falta 1 dia e meio, e parece que ainda faltam semanas...E já se sabe que amanhã vai aparecer trabalho de última hora para despachar...a ver se não expludo antes...eh eh eh...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
sinto-me...cansada...

terça-feira, 28 de agosto de 2007

Década inaugurada

...E afinal acho que ninguém foi jantar a um restaurante depois de sair da minha "party"...

A manhã começou tensa para os meus lados....muito tensa mesmo, a rondar a paranóia...tenho que confessar...
De repente a ideia de organizar uma festa de "Regresso aos Anos '70", fora de casa e num curto espaço de tempo, pareceu-me a ideia mais parola que me tinha surgido nos últimos anos...
Achei que não ía ter tempo para fazer nada do que tinha planeado ( e isso para mim é uma desgraça...)...o bolo ainda não estava decorado, as saladas não estavam feitas, os canapés não estavam acomodados...aliás...nada estava acomodado no carro e nada garantia que as comidas, louças e decorações fossem caber no meu carro, ou cabendo, chegassem em condições ao local da festa...

Respirei fundo ( umas quinze vezes...parecia que estava a entrar em trabalho de parto...)...

Lá fui buscar o bolo, passei por casa dos meus Pais, cortei apressadamente o dito em forma de calças e rumei para casa dos Juanitos, onde o bolito foi habilidosamente e simpaticamente transformado num par de jeans com apliques coloridos...um mimo!



De regresso a casa, acomodar todas as tralhas no carro foi um pequeno (grande)pesadelo...

E já no local da festa ( onde chegámos com uma hora de atraso...) o tempo passava rapidamente e o meu receio de não ter tudo pronto a horas de toda a gente começar a chegar, valeu-me mais um ataquezinho de nervos e pela segunda vez jurei a mim mesma que nunca mais me metia numa destas (razão tinha o meu pai, que disse para contratarmos uma empresa de catering...)...

Pusemos a cozinha num pandemónio de comida, bebidas, talheres, tigelas e pratos...Revolvi tudo à procura de um crachá, tipo emblema, referente aos "30" anos, que o Mike me ofereceu para usar na festa e nunca o cheguei a encontrar...nem tão pouco os confettis em forma de pequenos "30's"...Ai que chatice pah! Se não usava na altura nunca mais os ía usar...mau!E logo eu que ligo tanto a estas coisas!...E a fita cola? Onde parava o raio da fita-cola?!

Mas lá consegui acalmar-me (mais umas inspiradelas e expiradelas...estava a ficar "pro" em técnicas de relaxamento...)
Eu e a minha Mãe espalhámos smileys e flores de papel pelas mesas, pendurámos bandeirolas, acendemos velas e velinhas... e uns primos meus chegaram mesmo a tempo de nos ajudar a encher os balões ( e a rebentar alguns...)...


A partir daí tudo correu sobre rodas...
Adorei!

Adorei o dia!...Apesar de chuvoso, a chuva lá fora a cair acabou por nos proporcionar um ambiente mais aconchegante...Apenas impediu que grelhassemos umas bifanas ao fim do dia ( o que significa que tenho a arca congeladora cheia de bifanas...), mas ninguém se importou muito, acho eu...

Adorei ter os meus amigos e familiares mais chegados junto a mim...Distribui colares pirosos por todos o que despoletou sorrisos divertidos...

Adorei descobrir os presentes que se escondiam por detrás de papeis de embrulho coloridos...não pelo valor material em si...mas pela lembrança e por ver que todos me conhecem tão bem e adivinham os meus gostos com tanta facilidade!

Senti-me abençoada!


Adorei dançar, dançar, dançar! Muito "groovy" e "disco sound"...a fazer juz á temática da festa...

É dificil expressar o quanto este dia me deixou feliz!
O quanto adorei ver amigos que não se conheciam a tagarelar, a trocar ideias e gargalhadas, a jogar matrecos e snooker, todos bem dispostos...Queria poder falar e estar com todos ao mesmo tempo...Cantámos karaoke...e após as cantorias e para dar um descanso ao aparelho auditivo de todos os presentes, tive a excelente ideia de fazer um pequeno discursozito...que acabou em lágrimas...xiii...sou uma choramingona...

"Parabéns a Você!..." Ai que saudades de ouvir esta canção, entoada por tantas vozes! E apagar as velas no meio de aplausos...Ouvir as rolhas das garrafas de champanhe...(...e quase levei com uma delas bem no meio da testa quando me debruçava para apagar as velas...)...fazer o brinde em uníssono!...
E sorrir, sorrir, sorrir!

Resta-me agradecer ao meu querido e amado marido, que me ofereceu esta festa, aos meus maravilhosos Pais que nos apoiaram sempre com tudo e mais alguma coisa....Aos meus amigos e familiares que estiveram ali para me dar uma força para esta decada que se apresenta fantástica aos meus olhos...a uma pessoa especial que me fez dois bolos fantásticos e partilhou a ansiedade deste dia...e a todos os que ficaram até ao fim e ainda andaram a carregar com todas as tralhas de volta para o carro...( que segundo opinião unânime, multiplicaram-se durante o dia...)

Esta década está oficialmente inaugurada...
E dias muito felizes me aguardam
!
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
sinto-me...FELIZ

sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Amanhã...a dita festa...


Amanhã vou fazer o meu lanche de Aniversário!

Já há uma catrafada de anos que não faço um lanche de Aniversário, pelo menos em honra da minha pessoa...

Reza a lenda...ou melhor...diz a minha Mãe ( e eu tenho uma vaga ideia disso), que por volta dos 11 anos decidi bater o pé e anuciar que já não queria festas de aniversário! O motivo por detrás de tão drástica decisão está envolto em mistério, até para mim...

A média etária dos convidados nas minhas festinhas rondava os trintas e quarentas ( o que na minha perspectiva na altura, equivalia certamente a oitentas e noventas...); tinha todos os meus amiguinhos de férias ( que eu de resto também só vía em época de aulas e na escola) e, talvez como consequência dos factores que mencionei, tinha como presentes tradicionais e constantes de Aniversário, espécimes tão aliciantes como peúgas, lenços bordados com a minha inicial e camisolas interiores...
Acho que eram razões por demais poderosas e válidas para uma miúda de 11 anos não querer mais festejos com direito a lanche...

E que lanches!
Havia sempre salame de chocolate e aletria...e gelatinas coloridas...E salada russa com imensa maionese caseira...E chocolates...bombocas!...pudins flã...groselha...O meu bolo era sempre oferecido por uma tia pasteleira...e era sempre uma surpresa!
Apesar de não ter convidados da minha idade e de receber pantufas em vez de bonecada...Eram festas maravilhosas...pelo menos assim as vejo agora á distãncia de 20 anos...

Ando numa lufa lufa para fazer juz ás minhas festinhas de antigamente. Revejo a lista das comezainas dezenas de vezes por dia de há umas semanas para cá...e tenho sempre a sensação que vai tudo ficar esganado de fome e que ainda vão jantar a um restaurante qualquer depois de se despedirem de mim amanhã ao serão...Também vou fazer umas receitas que não têm a mínima garantia de saírem alguma coisa de jeito...Coordenar comida com decoração e transporte de tudo o que possa fazer falta, já que não vamos celebrar cá em casa...Xiiiiiii...

Como é que a minha mãe, sem acesso às facilidades de hoje em termos de electrodomésticos e produtos congelados, ingredientes modernos e comida pré-feita...Como é que ela conseguia organizar com tanta facilidade e esmero as minhas festas de aniversário?
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
sinto-me...ansiosa

quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Trinta?!


Apesar de toda a gente ter perguntado com ironia, logo ás primeiras horas da minha estreia como trintona, se sentia algo de diferente ( como aliás perguntam todos os anos...)...e eu ter também respondido com ironia:"Sim, pois claro, sinto-me muito diferente de ontem...eh eh eh"...

A verdade é que sinto.

Ok...é uma parvoeira sem explicação...Eu própria pensei para comigo, uns dias antes do meu 30.º aniversário:"Tanta expectativa e sabes bem que nada vai mudar...vais estar igualzinha..."

Mas não.
Sinto-me diferente.

Na volta são só estes primeiros dias pós aniversário...na volta é um prolongar do dia em que cheguei aos 30, que se vai desvanecer este Sábado, quando fizer a minha festa de aniversário, em jeito de remate final...Na volta...

Mas, ridiculo ou não, sinto um arrepio na espinha cada vez que penso que (já) tenho trinta anos...
Já o confidenciei a algumas pessoas...e até a frase "Eu tenho 30 anos" me soa á maior bizarrice na história da minha existência...
E é claro que as pessoas a quem confidenciei esta "barbaridade" (que é eu sentir esta nova idade, como se se tratasse de uma nova condição humana) olham para mim com um risinho miudinho, como se fosse mais uma das minhas "coisas malucas"...E eu retribuo o risinho (mais amarelo que miudinho) e penso cá para mim que o meu sótão deveria de vir com um livro de instruções para que todos os que me rodeiam me pudessem compreender com mais facilidade...

Mas até ver, sinto sim senhora...Sinto os trinta anos como um: "Helloooooo!Tens trinta,trinta, trinta..."...Consigo até ouvir o eco a martelar-me a cabeça!
Não que isso seja algo de mau...
A minha "insanidade" temporária (?) não me leva a crer que de dia 20 para dia 21 tenha ficado com mais rugas, cabelos brancos ou um principio de osteoporose...(Agora que falo nisso, convém verificar...eh eh eh...)

Mas que eu sinto os trinta anos (brrrrr...lá está o arrepio na espinha)...Ai sinto, sinto!

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

sinto-me...confusa

terça-feira, 21 de agosto de 2007

...hoje...

...e de repente já nos
trinta

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

sinto-me...radiante

quinta-feira, 16 de agosto de 2007

"Intes"


Última semana na casa dos "intes"...
Na próxima semana, se Deus quiser, vou ser oficialmente uma trintona...ou como eu prefiro dizer: vou entrar no Mundo dos Adultos!

Esta coisa "pré-trinta" e "pós trinta" não é de agora...já penso nesta idade redondinha desde miúda...

Imaginava a idade em que seria finalmente adulta:
Em que as pessoas me tratariam por "senhora" em vez de "menina" ( a ideia agora já não me agrada tanto quanto na altura);
Em que teria poucas dúvidas acerca de isto tudo que se passa á minha volta, ou seja acerca do mundo e da vida (nada mais errado);
Em que poderia vestir e usar o que bem me apetecesse (felizmente isso já funciona assim há uns bons aninhos)
...Imaginava-me casada, boa profissional, com filhos, com a casa sempre organizada, com cheirinho a assados na cozinha e um bolo a sair do forno todas as manhãs de Domingo...
Mas isso já foi há muito tempo...
...e nessa altura pensei que os 30 anos demorassem uns 60 anos a chegar...mas afinal demoraram apenas 1 mês e 6 dias...é o que me parece pelo menos...
Nem tudo é como eu imaginei que seria...
Mas a magia de tudo isto, do passar do tempo, é que apesar de não ter concretizadas grande parte das minhas ambições, a vida deu-me outros privilégios que não ambicionei nem pensei vir a ter...

Posso dizer que feitas as contas...o balanço é muito positivo :-)

Sinto-me ansiosa mas Feliz!

Feliz...

sábado, 11 de agosto de 2007

Parentesis


(
Tinha saudades de vir aqui ao que eu carinhosamente apelido "os meus aposentos"...Gosto de escrever, de divagar, de rir-me comigo mesma e com o Mundo...ás vezes também de me lamentar, lamuriar...fazer beicinho...aqui nestes aposentos virtuais...

Quando criei este cantinho...que nem era este, era outro, o "BlaBlas", escrevia para mim e consequentemente para o universo anónimo que deambulava pela net...
Depois aos poucos, devido á minha necessidade de perder peso, que graças a Deus consegui já fez 1 ano, acabei por me envolver na chamada "Blogosfera Light"...e num espirito de entre-ajuda e camaradagem foram trocadas ideias, ralhetes, mimos, lágrimas e aplausos...também ouveram mal entendidos, confusões, zangas...tal como se passa no espaço físico...

Pelo que me fui apercebendo, faz parte da etiqueta na blogosfera, cada vez que se recebe um comentário agradecer o mesmo ao seu autor, sempre que se recebe um visita retribuir a mesma...E durante muitos meses cumpri a etiqueta...Confesso que por vezes, mesmo por motivos de etiqueta, mas a maior parte das vezes pelo prazer que me dava deambular por outros cantos cibernáuticos ...

Fruto de muitas circunstancias, de escassez de tempo e situações paralelas, nem sempre o podia fazer e esse facto deixava-me com a sensação de que tinha sempre algo pendente para cumprir...Acabei por me afastar mais da internet, nesta perspectiva de "blogar"...porque acho que as coisas só resultam quando são feitas por prazer e não por etiqueta ou como uma tarefa a realizar numa vasta listagem de tantas do nosso dia-a-dia...

O facto de recentemente me terem cortado o acesso a numerosas páginas na net, no meu local de trabalho, incluindo esta, acabou por consolidar a minha ideia de que tudo estava a levar um rumo que eu não queria...e nem vale a pena agora divagar sobre isso...



Dilema...

Ao serão não tenho o hábito de vir á internet, muito menos para "postar" ou visitar blogs...Poderia rabiscar os meus posts durante o dia e á noite bastava-me em minutos posta-los...E assim não abdicaria de um prazer imenso que tenho quando aqui venho...mas não teria disponibilidade mesmo assim de retribuir visitas e comentários...porque para retribuir uma visita para dizer: "Olá, Adeus"...não, isso não...


Se escrevo só para mim, porque não tornar o blog privado?
Porque o que escrevo não é privado...o que é privado não escrevo...ou escrevo nas entrelinhas e só eu é que consigo decifrar...porque me interessa se alguém tiver algo a dizer, a acrescentar...mal, bem, assim-assim...As criticas também me constroem como ser humano e mulher...

Dilema...

Decidi não abdicar destes meus momentos nos meus aposentos...

Vou deixar de permitir comentários e deixar-me das deambulações pela net...Mas o meu e-mail é público, e tal como uma caixa de comentários está aberto a toda e qualquer observação...sem qualquer obrigatoriedade...sem obedecer a qualquer norma de etiqueta...

Não precisava de dar explicações, ou melhor, não era obrigada a dar explicações...senti que devia de as dar a pessoas que apenas "conheço" virtualmente e por quem nutro demasiado respeito para deixar o blog,e mais nada dizer...mas não tinha mesmo que dar explicações...são os meus aposentos...

Mas, para as coisas entrarem de novo nos eixos
e ficar em paz comigo mesma
tinha mesmo que fazer este


Parentesis...
)

quinta-feira, 9 de agosto de 2007

Continuo




...é para ser rapidinho, de fugida, de passagem...mas não sei se vai dar...

Mais perto do que nunca continuo rumo aos trinta...
E a preparar os festejos inerentes á data...no fundinho acho que mereço festejar esta data tão esperada há...bem...há 30 anos...mas também o merecem pessoas especiais com quem vou partilhar o dia...

Continuo...
Com medo de acordar um dia de manhã e ser brindada com 10 kilos de uma assentada só...Ainda não chegou o dia...ufa....


Continuo...
A mirar-me ao espelho...para verificar se os circunstancionalismos referidos acima não se verificam...e se fosse só pela manhã...


Continuo...
Ansiosa por férias...ansiosíssima aliás...


Continuo
A adorar escrever...mas sem meio de coordenar esta minha vontade com as condicionantes do trabuco e da vida familiar ao serão...


Continuo...
A tentar fazer uma sobremesa decente, mas já consigo fazer donuts, boula de carnes frias e pudim (no micro-ondas)...

Continuo
A amar o meu marido com tanta paixão que ás vezes me sufoca...mas deixa-me feliz a alma...

Continuo
A solidificar novas amizades


Continuo
A achar que foi Deus que me enviou os meus pais...que são espectaculares!


...e que como bonus me presenteou com uns sogros de ouro...


Continuo...
A ficar com o carro avariado ao mínimo espirro


Continuo...
Com mazelas:as últimas...quebra de tensão, enjõo pós ataque a ameixas de Elvas (muitas e caimbras)
(cabelos brancos aos cachos é mazela?)


Continuo...
Com a sala igualzinha...nem uma almofadinha da treta saíu do lugar...


Entretanto já somos oficialmente padrinhos da Bárbara...desde a passada terça-feira;
Andei a fazer um trabalho extra no meu serviço que põs á prova a minha paciência e capacidade de encaixe;
Estivemos com as nossa sobrinhas lá em baixo no Algarve e no regresso a casa apanhámos uma fila de duas horas na ponte (eram duas da manhã...);
Não tenho acesso a nada na Net(bem, a nada de interesse) no trabuco;
Sou a única pessoa no país que acha que não está assim tanto calor;
O meu papá foi hoje de novo operado mas Graças a Deus está tudo bem;

Continuo rumos aos trinta...
...como serei quando lá chegar?